sobre a iniciativa

O que é a Iniciativa de reconhecimento da colaboração e comprometimento de organizações que implementarem boas práticas de monitoramento da Covid-19 nos ambientes de trabalho?

Trata-se de uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com o Instituto Coalizão Saúde, que tem por objetivo estimular empresas e organizações a contribuir com triagem, testagem e informações acerca da Covid-19 em seus ambientes de trabalho.

Quais ações serão reconhecidas pela Iniciativa?

A iniciativa reconhece ações de triagem, testagem e comunicação realizadas por empresas e organizações que contribuam para o monitoramento das condições de saúde de seus colaboradores segundo os protocolos divulgados pelo Governo do Estado de São Paulo.

As empresas e organizações recebem algum tipo de certificação ou selo ao cumprir os requisitos do Testagem SP?
 
As empresas não recebem nenhum tipo de selo ou certificação. Isto acontece porque o questionário dentro desta plataforma é respondido de maneira auto declaratória pelas instituições. Caso a empresa atinja 70% (ou mais) dos pontos, seu nome aparecerá na aba “Organizações Comprometidas” deste site.

Quem pode participar?

A Iniciativa é válida para empresas, organizações sem fins lucrativos e demais organizações, que estejam localizadas no Estado de São Paulo.

A verificação do Testagem SP é válida somente para empresas e organizações privadas? Outras esferas de órgãos públicos não podem se inscrever?
 
As empresas, associações e organizações de cunho público e privado podem se inscrever e ter sua instituição reconhecida como uma “Organização Comprometida“; pelo Governo do Estado de São Paulo.

Onde está disponibilizado o protocolo a ser seguido para a obtenção do Reconhecimento?

O Protocolo de Acompanhamento das condições de saúde do Governo do Estado de São Paulo está disponível aqui: Veja o protocolo

Caso me torne uma empresa reconhecida, estarei sujeito à fiscalização por parte das autoridades sanitárias, fiscais, trabalhistas e outras organizações fiscalizadoras?

Sim, a participação na Iniciativa não substitui ações de fiscalização, controle e monitoramento feitas por órgãos da Vigilância Sanitária ou Epidemiológica, Ministério Público, Justiça do Trabalho ou outros órgãos, públicos ou privados, que possuam poder fiscalizador. A Iniciativa não exclui as organizações participantes das penalidades às quais estão sujeitas por força da lei.

TRIAGEM, TESTAGEM E CONDUTA POR PARTE DAS EMPRESAS E ORGANIZAÇÕES

Como as empresas e organizações podem contribuir para o controle da pandemia da Covid-19?

As empresas e organizações podem contribuir para o controle da pandemia da Covid-19 seguindo as orientações e protocolos sanitários divulgados pelo Governo do Estado de São Paulo no site do Plano São Paulo.

Nos seus ambientes de trabalho, recomenda-se que as empresas realizem ações de prevenção, triagem, testagem e acompanhamento da epidemia em seu quadro de colaboradores, segundo o Protocolo de Acompanhamento das condições de saúde do Governo do Estado de São Paulo, disponível aqui.

Quais testes são recomendados para as empresas e organizações?

Os testes RT-PCR, antígeno e sorológicos possuem objetivos distintos, sendo os primeiros voltados ao diagnóstico de casos suspeitos e, o último, ao acompanhamento da epidemia. Todos podem ser realizados pelas organizações, desde que cumpram as diretrizes da Vigilância Estadual em Saúde.

Com qual a periodicidade os colaboradores precisam ser testados?

O Protocolo de Acompanhamento das condições de saúde do Governo do Estado de São Paulo recomenda que os testes do tipo RT-PCR sejam realizados em caso de sintomas.
Recomenda-se que os testes sorológicos sejam realizados a cada 30 dias entre os colaboradores ainda não diagnosticados com COVID-19, para fins de controle efetivo da pandemia.

O que fazer caso haja resultado positivo para COVID-19?

O Protocolo de Acompanhamento das condições de saúde do Governo do Estado de São Paulo indica as condutas a serem tomadas em relação à triagem dos colaboradores e no caso de resultado positivo para COVID-19. As ações variam desde o isolamento do profissional, até a identificação daquelas pessoas que tiveram contato com o mesmo. É importante ressaltar, também, que este protocolo não elimina a necessidade de seguir os demais protocolos sanitários.

Qual o papel do empregador e dos órgãos públicos no rastreamento de contatos para conter o avanço da epidemia?

Parte do controle da epidemia nas empresas e organizações diz respeito à identificação de profissionais que tenham tido contato recente com um profissional infectado. Conforme recomenda o Protocolo de Acompanhamento das condições de saúde do Governo do Estado de São Paulo, estes colaboradores devem ser identificados e comunicados no menor tempo possível, respeitando o máximo possível o anonimato do colaborador infectado.

Há algum incentivo financeiro para que as empresas realizem a testagem de seus colaboradores?

A realização de testes por parte de empresas é voluntária e o governo do Estado de São Paulo não oferece incentivo financeiro às empresas que realizem testes entre seus colaboradores, mas elas poderão ser reconhecidas publicamente por sua contribuição para o controle da epidemia de Covid-19.
A estrutura de saúde pública do Estado de São Paulo, por meio do Sistema Único de Saúde, está disponível para realizar a testagem de cidadãos que apresentem suspeita de COVID-19, de forma gratuita.